“A Morte é uma piada” estréia as quintas-feiras no teatro AMF

Espetáculo faz reflexão sobre o lado cômico da morte









Já parou para pensar que estamos nesse mundo apenas de passagem: a morte não acaba sendo uma grande piada? O novo espetáculo de Renato Prieto, “A Morte é Uma Piada”, estreia dia 18 de março no teatro AMF, em Icaraí. O público vai conferir, toda quinta-feira, até o dia 28 de Abril, uma reflexão sobre o lado cômico da morte.

A proposta do ator Renato Prieto, que já montou 11 espetáculos diferentes, assistidos por mais de 5 milhões de pessoas, é dar a oportunidade do público fazer uma reflexão séria sobre um tema que inquieta à todos: de onde viemos, o que estamos fazendo aqui, para onde vamos.
A trilha sonora de “A Morte é Uma Piada” é composta por músicas de Roberto Carlos, Milton Nascimento, Fernando Brant, Nelson Cavaquinho, Guilherme de Brito, Paulo César Feital e Noel Rosa.

Renato Prieto é um dos precursores da abordagem espírita em obras artísticas, que, junto com Chico Xavier e Augusto César Vanucci, montou e atuou nos espetáculos: Lembranças de outras vidas / Allan Kardec, um olhar para a eternidade; ...E a vida continua; Nosso lar; Violetas na janela; Vidas passadas; Quem é morto sempre aparece e Almas antigas.

O novo espetáculo de Prieto, “A Morte é Uma Piada”, está em cartaz desde janeiro deste ano, no teatro Princesa Isabel, em Copacabana.

Recentemente, Renato Prieto ganhou o papel de protagonista no filme “Nosso Lar”, baseado na obra de Chico Xavier. A gravação já finalizou e estreia nos cinemas em setembro deste ano.




Serviço:
Espetáculo: “A Morte é Uma Piada”
Teatro: Espaço Cultural AMF (Av. Roberto Silveira, 123 – Icaraí, Niterói
Período: dia 18 de março a 28 de Abril (quintas-feiras)
Horário: 21h
Valor: R$30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia entrada)
Compra do ingresso: Bilheteria (à vista) ou pelo site www.ingressos.com
Lugar para deficiente físico: Sim
Estacionamento: Sim
Capacidade: 330 lugares
Cadeira extra: 20
Informações: (21) 2710-1348
Site: www.renatoprieto.com.br

Comentários